domingo, 25 de março de 2012

Resenha do livro “O Que é Ideologia”, de Marilena Chauí


Alunos dos segundos anos regulares e integrados leiam a resenha abaixo que a utilizaremos em futuros debates em sala de aula. Podem comentar que depois de ler e passar pela moderação tornarei os comentários visíveis para que todos possam ler.



Resenha do livro “O Que é Ideologia”, de Marilena Chauí

O conceito de ideologia é muitas vezes identificado como apenas o estudo das idéias, mas tal conceito é equivocado, já que tal tradução se trata de ideário e não uma forma de ocultar a realidade através dos mesmos. Para Aristóteles, é um movimento caracterizado por toda e qualquer alteração da realidade. Ela é criada de como uma forma de alienação social, caracterizada de 3 formas: social, na qual o indivíduo aceita tudo que lhe é disposto pois acredita ser parte de algo natural e imutável; alienação econômica, que é aquela em que os membros da sociedade não se reconhecem como responsáveis por aquilo que fazem, não se identificam em seus trabalhos; e alienação intelectual, a qual nos faz pensar que o trabalho manual não exige conhecimento ou intelectualidade, mas sim mecânica. Essas formas de alienação tornam a ideologia ainda mais forte, pois criam um senso comum na sociedade, de modo a justificar a realidade de maneira superficial, ou seja, visível a olho nu; enquanto que o olhar para com a sociedade deveria ser mais profundo e melhor analisado.

Podemos considerar uma generalização do homem a descrição do mundo a partir da classe social em que vivemos, mostrando que não olhamos o todo, mas nos deixamos levar pelas impressões que temos somente do corpo a que pertencemos, fazendo, assim, afirmações incorretas sobre a nossa realidade. Por não determos total conhecimento desta, o senso comum não pode ser aplicado, já que este é uma opinião de um pequeno grupo que acaba tornando-se, por imposição, padrão para o resto. Em conseqüência. Um argumento que insistimos em carregar, é que somos uma só sociedade, que somos todos iguais. Apesar de sabermos que as divisões sociais são claras, afirmamos que elas não existem e sim apenas seres humanos com os mesmos direitos, quando na realidade uma pequena parcela da população gerencia de que modo os recursos chegarão à grande maioria, aos seu “semelhantes”. Ao mesmo tempo que insistimos nesse argumento, também insistimos que as desigualdades sociais, econômicas e políticas não são formadas pela divisão de classes que nos é real, mas sim por destaque de alguns membros da sociedade que tem maior capacidade intelectual do que outros, ou maior força de vontade. Tal argumento parece preguiçoso, ou seja, é mais fácil afirmar que um homem é rico por astúcia e por todo seu conhecimento acumulado, do que reconhecer que toda essa inteligência e astúcia não foi usada para melhor distribuir a renda no país e sim concentrá-la. Do ponto de vista ideológico, todos nós somos cidadãos, porém se fossemos comparar nossa sociedade a sociedade da antiga Grécia dos tempos das Polis, veríamos que ela não se difere muito, já que apenas uma minoria eram considerados cidadãos. Ainda hoje, a grande maioria não possui seus direitos respeitados. Apesar de todos serem chamados cidadãos, é apenas uma minoria que de fato exerce esse título. Não é porque somos indivíduos votantes que quitamos nossos débitos, que podemos nos considerar cidadãos. Isso é o que a ideologia nos faz acreditar, porém a realidade é outra.

Para a ideologia, existe uma ordem a ser seguida, de modo que a sociedade passe a acreditar que uma situação como esta só ocorre porque a sociedade está disposta a isso, ou seja, existe uma relação de efeito e causa. As mulheres, por exemplo, só são consideradas o sexo frágil por serem mais intuitivas, maternais, doces, características que, aparentemente, as tornam mais frágeis que os homens. Essa forma de ver a sociedade atua como uma produção do imaginário social, o qual recolhe imagens imediatas da vida e as toma como realidade geral reproduzida pela ideologia. Há quem afirme que a ideologia é similar ao conceito de inconsciente de Freud. Essas comparações ocorrem devido a adoção de crenças sem saber sua origem, a ação através do imaginário refletindo na consciência. A ideologia torna-se, assim, uma forma de falsear realidade de modo imperceptível para a sociedade, já que é preferível continuar afirmando aquilo que é mais fácil ouvir, ou explicar. Por exemplo: dizer que um pobre só é pobre porque é vagabundo, por que quer ser pobre mesmo, tem preguiça. Ao invés de ouvir a essência das coisas, ao invés de tentar compreender a realidade que cerca a sociedade e parar de nos ver espelhados e explicados nos rostos alheios.



28 comentários:

  1. Bom o que eu cosegui comprender nesse texto é que ideologia é uma característica que a sociedade tem de adotar um conceito sem saber a sua origem, tanto que esse conceito acaba virando uma realidade para toda a sociedade que as pessoas nem se preocupam com a origem dele.
    Um exemplo que eu achei interessante no texto é: "As mulheres só são consideradas como um sexo frágil por serem mais intuitivas, maternais, doces, características que, aparentemente, as tornam mais frágeis que os homens". Então, a sociedade não sabe a origem desse conceito mas mesmo assim as pessoas adotaram essa idéia de fragilidade para as mulheres, isso é uma verdadeira ideologia.
    Isso foi o que eu compreendi do texto.

    NOME: IGOR DE SOUZA ANDRADE
    ANO: 2º ANO INTEGRADO DE INFORMÁTICA
    TURNO: MATUTINO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns Igor. Esse texto é exatamente para que vocês reflitam sobre a questão da Ideologia no mundo atual e como ele é entendida pela população atual. A filosofia vem nos dar bases para que possamos ser pessoas melhores que compreendam a realidade de uma maneira analítica e crítica.

      Excluir
  2. O objetivo da autora através do livro é nos fazer compreender por que a ideologia é possível, nos mostrar qual sua origem, quais são seus fins, quais seus mecanismos (Teoria que reduz a vida ou a natureza a um conjunto de órgãos que funcionam como uma máquina) e quais seus efeitos históricos, isto é, sociais, econômicos, políticos e culturais. E para atingir este objetivo Marilena Chauí expõe de forma clara e objetiva a compreensão que grandes pensadores tinham deste tema.
    E o que mais me chama atenção é a parte que diz:..."Ainda hoje, a grande maioria não possui seus direitos respeitados. Apesar de todos serem chamados cidadãos, é apenas uma minoria que de fato exerce esse título"...
    Mas o que é direito mesmo eim?
    R: O que pode ser exigido em conformidade com as leis ou a justiça.
    E SERÁ QUE É ASSIM QUE ESTÁ FUNCIONANDO NA NOSSA SOCIEDADE? É UMA PERGUNTA QUE DEVEMOS FAZER A NÓS MESMOS TODOS OS DIAS...

    viviane assis da silva
    2ºano integrado de informática na escola joão bley no turno matutino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns Viviane, é isso mesmo, a autora quer nos levar a pensar sobre a questão da ideologia e como ela vem nos ajudar no dia-a-dia. Devemos ver, julgar e agir diante das questões e não viver dentro de possibilidades que poderiam ser.

      Excluir
  3. Um dos objetivos da autora através do livro é nos fazer compreender por que a ideologia é possível e nos mostrar qual sua origem.O livro também nos ensina o real significado da ideologia ao leitor e apresenta o assunto de maneira organizada e de maneira q o leitor entenda.
    O texto também retrata a sociedade exemplos das mulheres q são frágeis!
    NOME: LEONARA CHRISTO
    ANO: 2º2
    TURNO: MATUTINO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leonara, sim realmente o texto fala sobre a ideologia e nos leva a compreender o significado dela. Mas o que você entendeu por ideologia? O que é a ideologia para você?

      Excluir
  4. A autora Marilena Chauí começa o livro falando da teoria das quatro causas de Aristóteles, as quais explicam o movimento, que para os gregos é toda e qualquer alteração de uma realidade, seja qual for estas teorias são uma tentativa para dar explicação ao problema do movimento, uma concepção metafísica para explicar os fenômenos naturais e humanos.

    O objetivo da autora através do livro é nos fazer compreender por que a ideologia é possível, nos mostrar qual sua origem, quais são seus fins, quais seus mecanismos e quais seus efeitos históricos, isto é, sociais, econômicos, políticos e culturais. E para atingir este objetivo Marilena Chauí expõe de forma clara e objetiva a concepção que grandes pensadores tinham deste tema.

    Nome: Lorena Oliveira
    Ano: 2ª 02
    Turno: Matutino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lorena, parabéns pela participação. Esse mesmo é o nosso objetivo: fazer com que vocês reflitam sobre cada assunto aqui abordado.

      Excluir
  5. Marilena Chauí,tenta passar através do texto como a sociedade constrói um modo de vida com base em conceitos que escondem a realidade.
    A autora procura fazer com que as pessoas reflitam como agem sem ter auto-critica.
    Achei interessante quando diz:"Ao invés de ouvir a essência das coisas,ao invés de tentar compreender a realidade que cerca a sociedade e parar de nos ver espelhados e explicados nos rostos alheios".A sociedade julga as pessoas pelo que os outros falam e não procuram saber quem realmente são.


    Nome: Rafaeli Campanharo de Lima
    I Modulo de Tec. em Administração
    Escola Estadual de Ensino Médio Emílio Nemer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafaeli, parabéns pela participação e também pela interação com a Escola João Bley através de nosso Blog.

      Realmente a sociedade avalia pelo que ouve e não pelo o que as coisas realmente são!

      Abraço e volte sempre que quiser.

      Excluir
  6. Ideologia:
    A palavra ideologia para muitos possui um significado que parece ser cabível a palavra, que é o estudo das ideias, mas na verdade ela possui um significado bem diferente, que para Aristóteles seria uma forma de ocultar a realidade através dos mesmos onde nesse sentido esta palavra se divide em três ramos: ramo social, onde o individuo acha que tudo não muda “imutável”, a econômica: onde o individuo não se identifica com seu ambiente, e a intelectual, onde o individuo vê que o trabalho manual não exige força mas sim um conhecimento avançado a respeito da mecânica. Dentro deste contexto.
    Nesses dias atuais o que faz o homem se mover é sua classe social, pois a busca de uma melhor transforma nossa sociedade, mas devemos pensar que nelas somos todos iguais, além de sua classe hoje o individuo e também movido pela sua intelectualidade ou maior força que neste caso se refere em determinação de cada um.
    A busca de uma “harmonia” entre estes itens nos leva e refletir, e para a ideologia “nos só temos o que queremos” basta unir fatores como intelectualidade e determinação que podemos mudar diversos fatores inclusive nossa sociedade.

    nome:Lucas Destefani
    ano:2° ano integrado em informatica
    turno:matutino

    ResponderExcluir
  7. A ideologia no contexto da autora é uma elaboração intelectual incorporada pelo senso comum,nasce ai a chamada ideologia.A ideologia é importante porque através dela,o ponto de vista,as opiniões e as ideias de uma classe tornam-se o ponto de vista e a opinião de todas as classes e de toda sociedade,a ideologia ela tem uma função que é ocultar e dissimular as divisões sociais e políticas.Ela afirma que somos todos cidadãos, e que temos os mesmos direitos apesar de esse fato não acontecer em nossa sociedade mesmo assim temos que ter em mente que devemos ter os mesmos direitos sociais,econômicos,políticos e culturais.
    Aluna: Jéssica Alves
    Ano: 2°2
    Turno: Matutino

    ResponderExcluir
  8. A ideologia muitas vezes pode ser identificado como apenas o estudo das idéias,mais não é exatamente disso que se trata.Para Aristóteles,é caracterizado para tudo que mude ou altere o real.Pode ser de três formas:Social,alienação econômica e alienação intelectual como mostra no texto.Isso vai fazer com que a ideologia se fortaleça,pois vai criar um senso comum na sociedade,para que justifique a realidade de um jeito que possamos ver a olho nu.
    Nós mesmo fazemos afirmações incorretas de nossa sociedade,isso porque não temos um conhecimento aprofundado dela,mais apesar de sabermos das diferenças sociais,insistimos nos argumentos de que somos todos iguais e temos os mesmos direitos.Do ponto de vista da ideologia,nós somos cidadãos,mais se fosse pra comparar nossa sociedade com a de antigamente,veremos que não mudou muito já que apenas uma minoria se considerava cidadão,mais não está muito diferente dos tempos de hoje já que poucos exercem esse título de cidadão,não é porque temos o direito do voto que somos cidadãos,temos que fazer valer essa responsabilidade.
    Nós muitas vezes julgamos as pessoas sem saber o porque dela estar na situação que se encontra,nós precisamos procurar saber e compreender a realidade que está sendo vivida antes de argumentar o que pode ou não ser verdade.
    Aluna:Pâmela Da Silva Louzada
    Ano: 2°2
    Turno:Matutino

    ResponderExcluir
  9. vivian amaro da silva19 de abril de 2012 05:20

    A ideologia nos esclareceu muitas coisas para nos e nos possibilita a intender outros eu entendesse outros assuntos ms complexo de nosso dia a dia manipulado membros de uma sociedade.poratanto a ideologia e instrumento de juncao de classe dentro de uma sociedade

    ResponderExcluir
  10. Após ter lido o texto sobre ideologia compreendi que a ideologia é possível, nos mostrar qual sua origem, quais são seus fins, quais seus mecanismos e quais seus efeitos históricos, isto é, sociais, econômicos, políticos e culturais,assim cada um criando o seu próprio conceito sobre ideologia,pena que nos dias atuais onde as pessoas estão sempre correndo,ligadas ao mundo virtual,elas acabando deixando de formúlar suas próprias opniões ,assim passando acreditar em coisas que não são a realidade,acreditando,fasendo tudo uns iguais aos outros.

    Aluna: Letícia da C. Thiengo Batista
    Ano:2º02 regular
    Turno:Matutino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. apos o texto lido por mim deu para compreender que quer nos mostrar sobre ideologia quais seus mecanismos e quais seus efeitos históricos, isto é, sociais, econômicos, políticos e culturais,assim cada um criando o seu próprio conceito sobre ideologia,pena que nos dias atuais onde as pessoas estão sempre correndo,ligadas ao mundo virtual. :)

      Aluno: Bruno de Souza Marconsini
      série: 2° logistica integrado
      turno: matutino

      Excluir
    2. Após ter lido o texto sobre ideologia compreendi que a ideologia é possível, nos mostrar qual sua origem, quais são seus fins, quais seus mecanismos e quais seus efeitos históricos, isto é, sociais, econômicos, políticos e culturais,assim cada um criando o seu próprio conceito sobre ideologia,pena que nos dias atuais onde as pessoas estão sempre correndo,ligadas ao mundo virtual,elas acabando deixando de formúlar suas próprias opniões ,assim passando acreditar em coisas que não são a realidade,acreditando,fasendo tudo uns iguais aos outros.
      nome: Lucas Alves
      série 1°m03

      Excluir
  11. O que eu entendi foi que a ideologia serve para torna original a dominação econômica, social e politica e o seu objetivo e colocar na mente das pessoas uma ideia de que tudo que acontece no nosso mundo é normal e que não tem que ter um motivo certo para isso.
    Ideologia para mim é um forma de pensar que me leva a ter um determinado tipo de vida.


    Helena Cristina de Oliveira Silva
    2ºano informática.

    ResponderExcluir
  12. A ideologia de modo geral, é vista como o estudo das idéias, mas seu significado é bem diferente, para Aristóteles é “toda e qualquer alteração da realidade”, que se divide em três formas: social, alienação econômica e alienação intelectual, tornando a ideologia visível a olho nu.
    O homem divide a sociedades em classes sociais, onde quem tem mais capacidade intelectual do que os outros e mais força de vontade, seria mais rico. No meu ponto de vista todos somos iguais, a divisão da sociedade é apenas uma maneira de muitos se acharem melhores que os outros, mas perante as leis, todos somos cidadãos e possuímos direitos e deveres.
    Muitas vezes, fazemos julgamentos errados de determinados assuntos, como dizer que o “pobre só é pobre porque é vagabundo” ao invés de procurarmos uma compreensão sobre o assunto, buscarmos a essência das coisas, preferimos sair por ai julgando o próximo e muitas vezes esquecendo-se de julgar nós mesmos.

    nome: Lucas Biló Brunelli
    série: 2°M01

    ResponderExcluir
  13. A ideologia nos faz ver que somos todos cidadão mais a realidade nos mostra outra coisa.Para Aristóteles ''que tinha a lógica como um instrtrumento para a ciência'' conteúdo explicado na sala de aula, disse''toda e qualquer alteração da realidade''.Toda a sociedade é dividida por classes sociais diferentes,mas o ser humano deve ser visto pelo seu caráter

    Nome:Izamara Oliveira Abreu série:2° M01

    ResponderExcluir
  14. Bom, o que eu entendi foi que ideologia é como um conjunto de ideias, conceitos, e comportamento de uma sociedade, em que as pessoas fogem da realidade, ao agirem de acordo com o que escutam ou veem sem querer compreender ou procurar saber sua origem, com isso às pessoas acabam fazendo um julgamento errado. Por exemplo, quando dizem que lugar de mulher é na cozinha ou que futebol é coisa de homem, isso é um conceito imposto pela sociedade. E ao julgar alguém que nem conhecemos pelo que ouvimos falar, não estamos agindo corretamente, pois não procuramos saber melhor sobre aquela pessoa. E infelizmente essa é a triste realidade em que estamos vivemos hoje em dia.

    Nome: Larissa Roberto Coelho série: 2°M01 João Bley

    ResponderExcluir
  15. A ideologia é como idéias que fogem da realidade e que tenta esconder o verdadeiro sentido e origem das coisas, principalmente socialmente e politicamente. Nem sempre tudo o que ouvimos quer dizer que está certo ou errado, as pessoas tem a tendencia de acreditar no que é mais fácil sem querer saber a origem daquilo. Acho que devemos sempre buscar a realidade e origem de nossos pensamentos e ações antes de sair jugando ou criticando. A ideologia esta muito presente em nosso dia a dia, em nossa sociedade, fazendo alterações da realidade, nos fazendo pensar em certas coisas que talvez, não fazem tanto sentido assim. No texto temos dois exemplos: "Apesar de todos serem chamados cidadãos, é apenas uma minoria que de fato exerce esse título"
    "As mulheres só são consideradas como um sexo frágil por serem mais intuitivas, maternais, doces, características que, aparentemente, as tornam mais frágeis que os homens".

    Julia Valane Zuim 2º M01 João Bley

    ResponderExcluir
  16. A ideologia de modo geral, é vista como o estudo das idéias, mas seu significado é bem diferente, para Aristóteles é “toda e qualquer alteração da realidade”, que se divide em três formas: social, alienação econômica e alienação intelectual, tornando a ideologia visível a olho nu.

    ResponderExcluir
  17. Ideologia é identificado como apenas o estudo das idéias, as formas de alienação tornam a ideologia ainda mais forte por criar um senso comum na sociedade a justificar a realidade de maneira visivel a olho nu.

    Naiara Moulin
    2ºM01

    ResponderExcluir
  18. Ideologia é identificado como apenas o estudo das idéias,as formas de alienação tornam a ideologia ainda mais forte por criar um senso comum na sociedade a justificar a realidade de maneira visível a olho nu.

    ResponderExcluir
  19. Depois de ter lido o texto eu pude analisar que a ideologia não e apenas o estudo das idéias , mas sim um tipo de ideário.Ele pode ser caracterizado de três formas:social,que é quando uma pessoa aceita as coisas por que ele acredita que aquilo não pode ser mudado,alienação econômica é quando as pessoas que não são responsáveis por aquilo que fazem na sociedade,e alienação intelectual,que diz que a pessoa não precisa ter conhecimento e sim ter a mecânica.Então pra mim ideologia é você apresenta as suas ideias para que você defenda a sua verdade sendo ela verdadeira ou não.

    ALEX GONÇALVES DE OLIVEIRA
    SÉRIE:2 ANO REGULAR
    TURMA:02

    ResponderExcluir