quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Atividade alunos Primeiro Ano EEEFM "Petronilha Vidigal"

Relacionem a vida e o trabalho de Yoani Sánchez com o Mito da Caverna de Platão através de um texto em dupla ou individualmente.


Fiquem atentos com a identificação da turma, escola e componentes.

A postagem poderá ser feita até o dia 22/03/2013 as 17:00 horas  quando os comentários serão encerrados.




Dúvidas podem ser tiradas pelo facebook: https://www.facebook.com/wagner.barbosadeoliveira.9?ref=tn_tnmn

Também curtam a página: https://www.facebook.com/FilosofiaCastelo

Bom trabalho a todos.

22 comentários:

  1. EEEFM "Petronilha Vidigal"

    Trabalho de Filosofia - Yoani Sánchez e o Mito da Caverna
    Alunas: Marília Paganotti, Milena Grola
    Série: 1ºM01

    Biografia:
    Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havanna, uma das duas filhas de Willian e Mary Eumelia Sánchez Cordeiro. Seu pai trabalhava na rede ferroviária do estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como engenheiro.
    Frequentou a escola e fez seus estudos secundários em centro Habana, incluindo a assistência as escolas do campo onde, como mencionado em seu artigo "O Hobbit Hole", a falta de individualidade e privacidade se tornou insurpotável.
    Yoani conheceu o marido, o jornalista Reinaldo Escobar, em 1993 e em 1995 tiveram um filho chamado Matt. Desde então eles vivem juntos em um apartamento em Havanna.
    Em 1995 iniciou o curso de Filologia Hispânica, na faculdade de letras e artes, na universidade de Havanna. Durante a passagem na universidade ela percebeu duas coisas: "Que detestava o mundo da intelectualidade e da alta cultura, não queria ser mais filologa". Em setembro de 2000 ela conseguiu um emprego na editora Gente Nueva, dedicada a literatura infantil. Em 2002, Yoani decidiu deixar Cuba por razões econômicas e emigrou para Suíça, onde descobriu o computador como uma profissão e meio de subsistência.
    Entretanto, em 2004 Yoani retornou a Cuba. Na entrada do blog "Eu vim e fiquei", ela relatou que voltou para ilha por razões familiares, mas havia perdido o seu direito de regressar a Cuba por ter ficado fora por mais de 11 meses sem uma licença especial. Para evitar a expulsão de seu próprio país ela destruiu seu passaporte, que lhe permitiu a estabelecer-se em Havanna.
    No dia 6 de novembro de 2009, Yoani e alguns amigos estavam se dirigindo a um comício pela paz que se realizaria em Havanna. No caminho para manifestação, Yoani e mais dois amigos foram interceptados por 3 agentes supostamente da segurança do Estado em trajes civis que saíram de um carro preto, os agentes lhe disseram para entrar no carro, se recusaram pois não havia nenhum mandado judicial. Eles foram introduzidos no veículo a força. Dentro do carro Orlando (amigo de Yoani) foi imobilizado e Yoani ao mesmo tempo em que era espancada pelos agentes, ela recebia advertência de que tinha ido longe demais com seus escritos. Alguns minutos mais tarde, eles foram jogados em um local longe da manifestação. O incidente foi condenado por várias organizações internacionais defensoras dos Direitos Humanos.

    Comparação:
    Como no Mito da Caverna e a vida de Yoani Sánchez, ela enfrentou vários obstáculos para relatar verdades que várias pessoas se negam em saber. Onde não havia transparência em relação ao governo, a pessoa que estava dentro da caverna seria nós a sociedade. Por essa razão Yoani Sánchez decidiu criar o blog Generación Y, para transmitir o que seria descoberto fora da "caverna". Ela se tornou muito conhecida com o seu blog "famoso", por ela falar o que pensa e criticar seu próprio governo. Assim como Sócrates Yoani tenta ir muito além do que é esperado.

    ResponderExcluir
  2. Escola Estadual de Ensino Fundamental Médio Professora Petronilha Vidigal
    Componente: Clara Cecília Ribeiro Ferreira
    Serie: 1 ano b(2)
    Turno: matutino

    Biografia
    Yoani Yoani Sánches e Havana nasceu em de setembro de 1975 (37 anos) é uma filósofa e jornalista cubana.Casada com Reynaldo Escobar e Licenciada em Filologia desde 2000 na Universidade de Havana, alcançou fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.
    É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega".[1] A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão.
    Texto:Comparação
    Observando as entrelinhas e comparando Yoani com o mito da caverna podemos observa que a muito a ser comparado pois A caverna nada mais e do que o mundo em que vivemos, Yoani pode ser comparada ao prisioneiro que si libertou da caverna e como se ela vesse a luz exterior do sol , a luz da verdade vesse o mundo exterior o mundo das ideias da realidade.Foi quando ela saiu das crenças costumeiras e passou a Atitude filosófica ela descobre que as sombras eram feitas de homens como ela.E por meio ‘’dialética’’ por não desistir ela decide libertar os outros prisioneiros, decide nós tirar da crença costumeira e a começar raciocinar a fazer nossos próprios conceitos entrar na atitude filosófica.De acordo com o mito da caverna a visão do mundo real iluminado nada mais é do que a filosofia. Pois os prisioneiros zombam, espancam e matam o filósofo Porque imaginam que o mundo sensível é o mundo real e o único verdadeiro.

    ResponderExcluir
  3. Escola Estadual de Ensino Fundamental Médio Professora Petronilha Vidigal
    Componente: Clara Cecília Ribeiro Ferreira
    Serie: 1 ano b(2)
    Turno: matutino

    Biografia
    Yoani Yoani Sánches e Havana nasceu em de setembro de 1975 (37 anos) é uma filósofa e jornalista cubana.Casada com Reynaldo Escobar e Licenciada em Filologia desde 2000 na Universidade de Havana, alcançou fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.
    É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega".[1] A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão.
    Texto:Comparação
    Observando as entrelinhas e comparando Yoani com o mito da caverna podemos observa que a muito a ser comparado pois A caverna nada mais e do que o mundo em que vivemos, Yoani pode ser comparada ao prisioneiro que si libertou da caverna e como se ela vesse a luz exterior do sol , a luz da verdade vesse o mundo exterior o mundo das ideias da realidade.Foi quando ela saiu das crenças costumeiras e passou a Atitude filosófica ela descobre que as sombras eram feitas de homens como ela.E por meio ‘’dialética’’ por não desistir ela decide libertar os outros prisioneiros, decide nós tirar da crença costumeira e a começar raciocinar a fazer nossos próprios conceitos entrar na atitude filosófica.De acordo com o mito da caverna a visão do mundo real iluminado nada mais é do que a filosofia. Pois os prisioneiros zombam, espancam e matam o filósofo Porque imaginam que o mundo sensível é o mundo real e o único verdadeiro.

    ResponderExcluir
  4. Escola Estadual de Ensino Fundamental Médio Professora Petronilha Vidigal
    Componente: Clara Cecília Ribeiro Ferreira
    Serie: 1 ano b(2)
    Turno: matutino

    Biografia
    Yoani Yoani Sánches e Havana nasceu em de setembro de 1975 (37 anos) é uma filósofa e jornalista cubana.Casada com Reynaldo Escobar e Licenciada em Filologia desde 2000 na Universidade de Havana, alcançou fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.
    É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega".[1] A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão.
    Texto:Comparação
    Observando as entrelinhas e comparando Yoani com o mito da caverna podemos observa que a muito a ser comparado pois A caverna nada mais e do que o mundo em que vivemos, Yoani pode ser comparada ao prisioneiro que si libertou da caverna e como se ela vesse a luz exterior do sol , a luz da verdade vesse o mundo exterior o mundo das ideias da realidade.Foi quando ela saiu das crenças costumeiras e passou a Atitude filosófica ela descobre que as sombras eram feitas de homens como ela.E por meio ‘’dialética’’ por não desistir ela decide libertar os outros prisioneiros, decide nós tirar da crença costumeira e a começar raciocinar a fazer nossos próprios conceitos entrar na atitude filosófica.De acordo com o mito da caverna a visão do mundo real iluminado nada mais é do que a filosofia. Pois os prisioneiros zombam, espancam e matam o filósofo Porque imaginam que o mundo sensível é o mundo real e o único verdadeiro.

    ResponderExcluir
  5. Escola Estadual de Ensino Fundamental Médio Professora Petronilha Vidigal
    Componente: Clara Cecília Ribeiro Ferreira
    Serie: 1 ano b(2)
    Turno: matutino

    Biografia
    Yoani Yoani Sánches e Havana nasceu em de setembro de 1975 (37 anos) é uma filósofa e jornalista cubana.Casada com Reynaldo Escobar e Licenciada em Filologia desde 2000 na Universidade de Havana, alcançou fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.
    É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega".[1] A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão.
    Texto:Comparação
    Observando as entrelinhas e comparando Yoani com o mito da caverna podemos observa que a muito a ser comparado pois A caverna nada mais e do que o mundo em que vivemos, Yoani pode ser comparada ao prisioneiro que si libertou da caverna e como se ela vesse a luz exterior do sol , a luz da verdade vesse o mundo exterior o mundo das ideias da realidade.Foi quando ela saiu das crenças costumeiras e passou a Atitude filosófica ela descobre que as sombras eram feitas de homens como ela.E por meio ‘’dialética’’ por não desistir ela decide libertar os outros prisioneiros, decide nós tirar da crença costumeira e a começar raciocinar a fazer nossos próprios conceitos entrar na atitude filosófica.De acordo com o mito da caverna a visão do mundo real iluminado nada mais é do que a filosofia. Pois os prisioneiros zombam, espancam e matam o filósofo Porque imaginam que o mundo sensível é o mundo real e o único verdadeiro.

    ResponderExcluir
  6. E. E. E. E. F. M. Prof. “Petronilha Vidigal”
    Dupla: Paulla Soares e Érica Pereira 1 M01 / 2013

    • BIOGRAFIA:
    Yoani Sánchez, (4 de setembro de 1975), é uma filóloga e jornalista cubana. É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega". A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão". Em 2007, trabalhando como webmaster, escritora e editora do portal Desde Cuba e com a ajuda de colaboradores da revista cubana Consenso, Yoani iniciou um blog intitulado Geração Y, que rapidamente ganhou a atenção de milhares de pessoas ao redor do mundo.

    • MITO DA CAVERNA:
    O mito da caverna, também conhecido como alegoria da caverna, prisioneiros da caverna ou parábola da caverna, foi escrito pelo filósofo grego Platão. Platão não buscava as verdadeiras essências na simplesmente Phýsis, como buscavam Demócrito e seus seguidores. Sob a influência de Sócrates, ele buscava a essência das coisas para além do mundo sensível. E o personagem da caverna, que acaso se liberte, como Sócrates correria o risco de ser morto por expressar seu pensamento e querer mostrar um mundo totalmente diferente. Transpondo para a nossa realidade, é como se você acreditasse, desde que nasceu, que o mundo é de determinado modo, e então vem alguém e diz que quase tudo aquilo é falso, é parcial, e tenta te mostrar novos conceitos, totalmente diferentes. Foi justamente por razões como essa que Sócrates foi morto pelos cidadãos de Atenas, inspirando Platão à escrita da Alegoria da Caverna pela qual Platão nos convida a imaginar que as coisas se passassem, na existência humana, comparavelmente à situação da caverna: ilusoriamente, com os homens acorrentados a falsas crenças, preconceitos, idéias enganosas e, por isso tudo, inertes em suas poucas possibilidades.

    • COMPARAÇÃO:
    A comparação, é que, os dois contextos acima, relatam a realidade. Yoani tentava mostrar a todos o que sabia e o que realmente acontecia na sociedade. Já o homem, no segundo texto, tenta mostrar um mundo “diferente”, um mundo falso. Ou seja, ele não consegue ver, o que se passa ao seu redor. Com isso, podemos afirmar, que ainda existem muitas pessoas assim, que não conseguem ver o que realmente acontece no dia a dia, e passam a acreditar, naquilo que não existe.

    ResponderExcluir
  7. Aluna: Richyellen Barros Bucker
    Série: 1º M02
    Yoani Sánchez (Havana, 4 de setembro de 1975) é uma filóloga e jornalista cubana. Licenciada em Filologia em 2000 na Universidade de Havana, alcançou fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.

    É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega". A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão".

    Ao chegar ao Brasil, um tumulto foi criado por manifestantes ativistas contrários á presença de Yoani Sánchez. A blogueira cubana veio ao Brasil para defender e manifestar suas ideias sobre os direitos humanos de seu país. “FUNCIONÁRIA DA CIA”, foi um dos slogans que os ativistas gritavam.
    Assim como no Mito da Caverna caso alguém se libertasse para buscar um novo mundo, mostrar seus pensamentos para um mundo melhor, corre o risco de ser morto, preso, etc. E o mesmo acontece com a blogueira que vem trazer a realidade que era muito bem escondida. Yoani tenta mostrar novos conceitos, novos pensamento, mas não está sendo fácil, muitas pessoas não aceitam suas ideias, e decidem também se manifestar. Em Cuba foi feito um dossiê alegando que Yoani publica matérias em seu blog por dinheiro, uma vez que foi “flagrada” comprando bananas e bebendo cerveja com alguns amigos, coisas que lá são muito caras. Mas e a liberdade de expressão? Yoani apenas mostrou o que muita gente não enxergava, ela só quis “abrir os nossos olhos”, pois estávamos cegos. Mas para toda ação, existe a reação, e é exatamente isso que acontece com a blogueira atualmente. Seu blog funciona como uma arma contra o governo. “Vivo num país onde opinião é traição”.

    ResponderExcluir
  8. Yoani Sanchez
    NASCIDA: quatro de setembro de 1975(38 anos) em Havana, Cuba.
    NACIONALIDADE: Cubana
    OCUPAÇÃO: jornalista
    Yoani Sánchez é uma jornalista cubana licenciada em filologia,Em 2000 na universidade de Havana,alcançou fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação em Cuba sobre o governo de Fidel Castro e de seu sucessor Raul Castro. É conhecida por seu blog generacíon Y editado desde abril de 2007, com dificuldades porque não pode acessá-lo de casa e por isso definiu-se como blogueira ´´cega``. Em 1995 durante a passagem pela universidade de Havana,percebeu duas coisas que detestava:o mundo da intelectualidade e da alta cultura,não queria mais ser filologa. Em 2000 ela se formou na universidade de Havana,com o titulo de filologia a uma tese contravessa. Um estudo da literatura da ditadura na América Latina.
    O mito das cavernas
    A situação de Yoani Sánchez é semelhante ao mito da caverna, porque ela apresenta suas opiniões querendo um mundo totalmente novo. Como no mito da caverna, Sócrates queria seu pensamento e queria mostrar um mundo totalmente diferente. Yoani Sánchez corre o risco de ser morta por expressar sua opinião de mudar as idéias da sociedade no país onde ela vive.Como no mito da caverna Sócrates foi morto pelos cidadãos de Atenas inspirando Platão a escrito de Alegorio da caverna a imagem ilusoriamente,com os homens acorrentados a falsas crenças,preconceitos,idéias enganosas,por isso tudo,inertes em suas poucas possibilidades.
    Yoani Sánchez não se preocupa em que as pessoas da sociedade pensam. Para ela o mundo não é farsa que os poderosos admitem. Na revista mostra Yoani Sánchez na praia com muitos dinheiros jogados na areia. Para as pessoas do país,ela é uma criminosa sem papas na língua e como lá é proibido a liberdade de expressão,fizeram essa montagem com a intenção de fazer com que os brasileiros não acredite na palavra dela.
    ESCOLA: E.E.E.F.M.´´Profª Petronílha Vidigal``
    DUPLA: Thaís Santos B.,Débora Barbosa M.
    SÉRIE:1 ANO M01 MATUTINO

    ResponderExcluir
  9. NOMES: CLEYTON, VAGNER
    SÉRIE: 1ªM2
    DATA: 18/03/2013

    Yoani Sánches
    Imaginemos um muro bem auto separando o mundo externo e uma caverna existe uma fresta Por onde passa um feixe de luz exterior.
    No interior da caverna permanecem seres humanos, que nasceram e cresceram ali.
    Yoani Sánchez é conhecido por seu blog editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessa-lo de casa e por isso, definiu-se como uma blogueira cega.

    Biografia
    Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havana, uma das duas filhas de William e Mary Eumelia Sánchez Cordeiro. Seu pai trabalhava na rede ferrroviária do Estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como um engenheiro. Quando o sistema de transporte ferroviário de Cuba entrou em colapso após o fim do comunismo na Europa, William Sanchez ficou sem trabalho, assim como muitos de seus colegas e, com isto, mudou para o ramo da reparação de bicicletas.
    Frequentou a escola e fez seus estudos secundários em Centro Habana, incluindo a assistência às escolas de campo onde, como mencionado em seu artigo "O Hobbit Hole", a falta de individualidade e privacidade se tornou insuportável. Foram anos difíceis para a economia cubana, coincidindo com o colapso da União Soviética e da perda dos subsídios a Cuba, que tinha assumido cerca de oitenta por cento do comércio internacional em Cuba, durante quase três décadas.

    ResponderExcluir
  10. E.E.E.F.M "Professora Petronilha Vidigal"
    Alunas: Amanda Alves e Gabriella Zanette
    1º M02 / 2013

    ∙ Biografia:
    Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no dia 4 de setembro de 1975 na cidade de Centro Habana, Havana.
    É uma filóloga e jornalista cubana. Licenciada em Filologia em 2000 na Universidade de Havana. É conhecida com seu blog Geración Y.

    ∙ Interpretação do Mito da Caverna:
    A caverna é a condição onde a humanidade se encontra. A sombra das estatuetas é o que o “ignorante” fantasia, acreditando e solidificando ideias oriundas de deduções. O prisioneiro que se liberta e sai da caverna é quem procura o saber. A luz do sol é o saber. O mundo exterior é o infinito conhecimento que está à disposição da humanidade que basta ser explorado. O instrumento que liberta o prisioneiro é o conhecimento. A visão do mundo iluminado é a atmosfera que o homem se deixa entrar, adquirir e cultivar a sabedoria e a busca pela verdade. Justamente para Platão a ignorância cria ideia e deduções que com o passar dos tempos, tais ideias se concretizam em suas mentes e passam a torna-se tão real a ponto se quer de não deixar passagem para a possibilidade de se adquirir novos conhecimentos e assumirem uma postura de que estavam equivocados.

    ∙ Comparação:
    A comparação entre O Mito da Caverna e Yoani Sánchez, é que como o prisioneiro da caverna se libertou da ignorância e passa a procurar o saber, da mesma forma acontece com ela, e muitos tentam impedi-la (governo cubano), mas ela segue em frente para explorar o novo mundo, o saber. Os “prisioneiros” não gostam muito daqueles que buscam o conhecimento ou que já conhecem, assim, muitos mandam matar, zombar, enfim, várias coisas.

    ResponderExcluir
  11. Escola : E.E.F.M Profª Petronilha Vidigal
    Série: 1º M 01
    Componentes : Lorraine Cunha e Victória Pimentel

    Biografia
    Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havana, uma das duas filhas de William e Mary Eumelia Sánchez Cordero. eu pai trabalhava na rede ferrroviária do Estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como um engenheiro. Quando o sistema de transporte ferroviário de Cuba entrou em colapso após o fim do comunismo na Europa, William Sanchez ficou sem trabalho, assim como muitos de seus colegas e, com isto, mudou para o ramo da reparação de bicicletas.
    Frequentou a escola e fez seus estudos secundários em Centro Habana, incluindo a assistência às escolas de campo onde, como mencionado em seu artigo "O Hobbit Hole", a falta de individualidade e privacidade se tornou insuportável. Foram anos difíceis para a economia cubana, coincidindo com o colapso da União Soviética e da perda dos subsídios a Cuba, que tinha assumido cerca de oitenta por cento do comércio internacional em Cuba, durante quase três décadas. Yoani conheceu o marido, o jornalista Reinaldo Escobar, em 1993 e em 1995 tiveram um filho chamado Matt.
    Em 1995 iniciou o curso Filologia Hispânica, na Faculdade de Letras e Artes, da Universidade de Havana. Durante a passagem pela universidade ela percebeu duas coisas: "que detestava o mundo da intelectualidade e da alta cultura, não queria mais ser filóloga." Em 2000 ela se formou na Universidade de Havana, com o título de Filologia, e uma tese controversa: Um estudo da literatura da ditadura na América Latina. Em 2000 ela se formou na Universidade de Havana, com o título de Filologia, e uma tese controversa: Um estudo da literatura da ditadura na América Latina. Em setembro de 2000 ela conseguiu um emprego na Editora Gente Nueva, dedicada à literatura infantil. Depois de um curto período de tempo na editora, pediu demissão e passou a ensinar espanhol a turistas alemães, com um rendimento superior ao anterior. Muitos profissionais graduados cubanos, por causa da crise e falta de oportunidades, adotaram caminhos semelhantes. Em 2002, Yoani decidiu deixar Cuba por razões econômicas e emigrou para a Suíça, onde descobriu o computador como uma profissão e meio de subsistência.

    COMPARAÇÃO COM O MITO DA CAVERNA :
    O trabalho e a vida de Yoani Sánchez se compara com o ‘’Mito da Caverna’’ porque o mundo de hoje parece que estamos dentro de uma caverna , onde devemos obedecer as leis e que somos obrigados á respeitas as regras . Ela escolheu viver arriscadamente, em um mundo onde, as criticas são levadas muito em consideração, ainda mais quando se trata de criticas ao seu próprio governo. Yoani se tornou muito conhecida pelo fato de ter um blog ‘famoso’ , por falar oque pensa. Criticando o seu próprio governo .Assim como Sócrates, Yoani tenta, ir muito além do que se é esperado.
    Podemos ver que com as atitudes de Yoani podemos concluir que que ela mostra para o mundo todo aquilo que acontece em seu País , ela quer mostrar a realidade que muitas pessoas preferem não enxergar , e deixar como está .

    ResponderExcluir
  12. Escola : E.E.F.M Profª Petronilha Vidigal
    Série: 1º M 01
    Componentes : Héllia Brunhara e Gabrielle Grola

    Biografia de Yoani Sánchez:

    Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havana, uma das duas filhas de William e Mary Eumelia Sánchez Cordero. Seu pai trabalhava na rede ferrroviária do Estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como um engenheiro. Quando o sistema de transporte ferroviário de Cuba entrou em colapso após o fim do comunismo na Europa, William Sanchez ficou sem trabalho, assim como muitos de seus colegas e, com isto, mudou para o ramo da reparação de bicicletas.
    Frequentou a escola e fez seus estudos secundários em Centro Habana, incluindo a assistência às escolas de campo onde, como mencionado em seu artigo "O Hobbit Hole", a falta de individualidade e privacidade se tornou insuportável.Foram anos difíceis para a economia cubana, coincidindo com o colapso da União Soviética e da perda dos subsídios a Cuba, que tinha assumido cerca de oitenta por cento do comércio internacional em Cuba, durante quase três décadas.
    Yoani conheceu o marido, o jornalista Reinaldo Escobar, em 1993 e em 1995 tiveram um filho chamado Matt. Desde então eles vivem juntos em um apartamento em Havana.
    Em 1995 iniciou o curso Filologia Hispânica, na Faculdade de Letras e Artes, da Universidade de Havana. Durante a passagem pela universidade ela percebeu duas coisas: "que detestava o mundo da intelectualidade e da alta cultura, não queria mais ser filóloga." Em 2000 ela se formou na Universidade de Havana, com o título de Filologia, e uma tese controversa: Um estudo da literatura da ditadura na América Latina. Em setembro de 2000 ela conseguiu um emprego na Editora Gente Nueva, dedicada à literatura infantil. Depois de um curto período de tempo na editora, pediu demissão e passou a ensinar espanhol a turistas alemães, com um rendimento superior ao anterior. Muitos profissionais graduados cubanos, por causa da crise e falta de oportunidades, adotaram caminhos semelhantes. Em 2002, Yoani decidiu deixar Cuba por razões econômicas e emigrou para a Suíça, onde descobriu o computador como uma profissão e meio de subsistência.

    Comparação de Yoani Sánchez com o '' Mito da Caverna "
    Comparando Yoani Sánchez com o “ Mito da Caverna “ observamos que a muito a ser comparado pois A Caverna nada mais e do que o mundo em que vivemos, Yoani Sánchez pode ser comparada ao prisioneiro que se libertou da caverna , foi de acordo com o “ Mito da Caverna “ a visão do mundo real iluminado nada mais é do que a filosofia.O mundo que vivemos é meio parecido com o ‘’ Mito da Caverna “ pois vivemos sobre regras e devemos cumpri-las , e já Yoani que se libertou da caverna , foi de acordo com o “ Mito da Caverna “ a visão do mundo real iluminado nada mais é do que a filosofia.O mundo que vivemos é meio parecido com o ‘’ Mito da Caverna “ pois vivemos sobre regras e devemos cumpri-las , e já Yoani que se libertou da caverna , foi de acordo com o “ Mito da Caverna “ a visão do mundo real iluminado nada mais é do que a filosofia.O mundo que vivemos é meio parecido com o ‘’ Mito da Caverna “ pois vivemos sobre regras e devemos cumpri-las , e já Yoanique se libertou da caverna , foi de acordo com o “ Mito da Caverna “ a visão do mundo real iluminado nada mais é do que a filosofia.O mundo que vivemos é meio parecido com o ‘’ Mito da Caverna “ pois vivemos sobre regras e devemos cumpri-las , e já Yoani não aceita isto, por isso criou seu blog onde ela coloca o que pensa e muita das vezes criticando o governo.Estamos em um país onde as nossas escolhas são muito mais necessária , onde atitudes valem mais.

    ResponderExcluir
  13. Escola Estadual de Ensino Fundamental Médio Professora Petronilha Vidigal
    Componentes: Naiara Xavier e Thalia Quirino
    Serie: 1 ano M02
    Turno: matutino

    BIOGRAFIA:
    Yoani Sánchez, (4 de setembro de 1975), é uma filóloga e jornalista cubana. É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega". A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão". Em 2007, trabalhando como webmaster, escritora e editora do portal Desde Cuba e com a ajuda de colaboradores da revista cubana Consenso, Yoani iniciou um blog intitulado Geração Y, que rapidamente ganhou a atenção de milhares de pessoas ao redor do mundo,pois chamava a atenção de todos pelo fato de precisa sair de sua casa para fazer seu blog, sobre aonde morava pelo difícil acesso a internet.
    O mito da caverna, também conhecido como alegoria da caverna, prisioneiros da caverna ou parábola da caverna, foi escrito pelo filósofo grego Platão. Platão não buscava as verdadeiras essências na simplesmente Phýsis, como buscavam Demócrito e seus seguidores. Sob a influência de Sócrates, ele buscava a essência das coisas para além do mundo sensível. E o personagem da caverna, que acaso se liberte, como Sócrates correria o risco de ser morto por expressar seu pensamento e querer mostrar um mundo totalmente diferente. Transpondo para a nossa realidade, é como se você acreditasse, desde que nasceu, que o mundo é de determinado modo, e então vem alguém e diz que quase tudo aquilo é falso, é parcial, e tenta te mostrar novos conceitos, totalmente diferentes. Foi justamente por razões como essa que Sócrates foi morto pelos cidadãos de Atenas, inspirando Platão à escrita da Alegoria da Caverna pela qual Platão nos convida a imaginar que as coisas se passassem, na existência humana, comparavelmente à situação da caverna: ilusoriamente, com os homens acorrentados a falsas crenças, preconceitos, idéias enganosas e, por isso tudo, inertes em suas poucas possibilidades.

    A comparação, entre O Mito da Caverna e Yoani Sánchez tentava mostrar a todos o que sabia e o que realmente acontecia na sociedade no dia-a-dia mais, muitos tentam impedi-la, mas ela segue em frente para explorar o novo mundo. Já o homem, no segundo texto, tenta mostrar um mundo “diferente”. Ou seja, ele não consegue ver, o que se passa ao seu redor. Com isso, podemos dizer que ainda tem pessoas assim, que não conseguem ver o que realmente acontece no dia a dia, e passam a acreditar, naquilo que não existe na realidade.

    ResponderExcluir
  14. Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havana, uma das duas filhas de William e Mary Eumelia Sánchez Cordero. Seu pai trabalhava na rede ferrroviária do Estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como um engenheiro. Quando o sistema de transporte ferroviário de Cuba entrou em colapso após o fim do comunismo na Europa, William Sanchez ficou sem trabalho, assim como muitos de seus colegas e, com isto, mudou para o ramo da reparação de bicicletas.
    Frequentou a escola e fez seus estudos secundários em Centro Habana, incluindo a assistência às escolas de campo onde, como mencionado em seu artigo "O Hobbit Hole", a falta de individualidade e privacidade se tornou insuportável.[4] Foram anos difíceis para a economia cubana, coincidindo com o colapso da União Soviética e da perda dos subsídios a Cuba, que tinha assumido cerca de oitenta por cento do comércio internacional em Cuba, durante quase três décadas.
    Em 1995 iniciou o curso de Filologia Hispânica, na Faculdade de Letras e Artes, da Universidade de Havana. Durante a passagem pela universidade ela percebeu duas coisas:"que detestava o mundo da intelectualidade e da alta cultura, não queria mais ser filóloga." Em 2000 ela se formou na Universidade de Havana, com o título de Filologia, e uma tese controversa: Um estudo da literatura da ditadura na América Latina. Em setembro de 2000 ela conseguiu um emprego na Editora Gente Nueva, dedicada à literatura infantil. Depois de um curto período de tempo na editora, pediu demissão e passou a ensinar espanhol a turistas alemães, com um rendimento superior ao anterior. Muitos profissionais graduados cubanos, por causa da crise e falta de oportunidades, adotaram caminhos semelhantes. Em 2002, Yoani decidiu deixar Cuba por razões econômicas e emigrou para a Suíça, onde descobriu o computador como uma profissão e meio de subsistência.
    Entretanto, em 2004 Yoani retornou a Cuba. Na entrada do blog "Eu vim e fiquei", ela relatou que voltou para a ilha por razões familiares, mas havia perdido o seu direito de regressar a Cuba por ter ficado fora por mais de onze meses sem uma licença especial. Para evitar a expulsão de seu próprio país ela destruiu seu passaporte, que lhe permitiu voltar a estabelecer-se em Havana.


    Comparação:
    Como no "Mito da Caverna" Yoani Sánchez ficou presas por alguns anos após alcançar fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.
    E o personagem da caverna, que acaso se liberte, como Sócrates correria o risco de ser morto por expressar seu pensamento e querer mostrar o mundo totalmente. Transpondo para nossa realidade, é como se você acreditasse, desde que nasceu, que o mundo é de determinado modo, é então vem alguém e diz que quase tudo aquilo é falso, é parcial, e tenta te mostrar novos conceitos totalmente diferentes. Quando Yoani foi presa teve seu passaporte confiscado pelo governo cubano, após ser libertada ela teve oportunidade de ficar alguns dias fora de seu país.

    Responder

    ResponderExcluir
  15. Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havana, uma das duas filhas de William e Mary Eumelia Sánchez Cordero. Seu pai trabalhava na rede ferrroviária do Estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como um engenheiro. Quando o sistema de transporte ferroviário de Cuba entrou em colapso após o fim do comunismo na Europa, William Sanchez ficou sem trabalho, assim como muitos de seus colegas e, com isto, mudou para o ramo da reparação de bicicletas.
    Frequentou a escola e fez seus estudos secundários em Centro Habana, incluindo a assistência às escolas de campo onde, como mencionado em seu artigo "O Hobbit Hole", a falta de individualidade e privacidade se tornou insuportável.[4] Foram anos difíceis para a economia cubana, coincidindo com o colapso da União Soviética e da perda dos subsídios a Cuba, que tinha assumido cerca de oitenta por cento do comércio internacional em Cuba, durante quase três décadas.
    Em 1995 iniciou o curso de Filologia Hispânica, na Faculdade de Letras e Artes, da Universidade de Havana. Durante a passagem pela universidade ela percebeu duas coisas:"que detestava o mundo da intelectualidade e da alta cultura, não queria mais ser filóloga." Em 2000 ela se formou na Universidade de Havana, com o título de Filologia, e uma tese controversa: Um estudo da literatura da ditadura na América Latina. Em setembro de 2000 ela conseguiu um emprego na Editora Gente Nueva, dedicada à literatura infantil. Depois de um curto período de tempo na editora, pediu demissão e passou a ensinar espanhol a turistas alemães, com um rendimento superior ao anterior. Muitos profissionais graduados cubanos, por causa da crise e falta de oportunidades, adotaram caminhos semelhantes. Em 2002, Yoani decidiu deixar Cuba por razões econômicas e emigrou para a Suíça, onde descobriu o computador como uma profissão e meio de subsistência.
    Entretanto, em 2004 Yoani retornou a Cuba. Na entrada do blog "Eu vim e fiquei", ela relatou que voltou para a ilha por razões familiares, mas havia perdido o seu direito de regressar a Cuba por ter ficado fora por mais de onze meses sem uma licença especial. Para evitar a expulsão de seu próprio país ela destruiu seu passaporte, que lhe permitiu voltar a estabelecer-se em Havana.


    Comparação:
    Como no "Mito da Caverna" Yoani Sánchez ficou presas por alguns anos após alcançar fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.
    E o personagem da caverna, que acaso se liberte, como Sócrates correria o risco de ser morto por expressar seu pensamento e querer mostrar o mundo totalmente. Transpondo para nossa realidade, é como se você acreditasse, desde que nasceu, que o mundo é de determinado modo, é então vem alguém e diz que quase tudo aquilo é falso, é parcial, e tenta te mostrar novos conceitos totalmente diferentes. Quando Yoani foi presa teve seu passaporte confiscado pelo governo cubano, após ser libertada ela teve oportunidade de ficar alguns dias fora de seu país.

    Responder

    ResponderExcluir
  16. Escola ;E.E.E.F.M Petronilha Vidigal Componemtes; Emerson Sousa Lima e Carlos Enrrique Ferreira Serie;1 M02 Biografia de Yoani Sánchez Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havana, uma das duas filhas de William e Mary Eumelia Sánchez Cordero. Seu pai trabalhava na rede ferrroviária do Estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como um engenheiro. Quando o sistema de transporte ferroviário de Cuba entrou em colapso após o fim do comunismo na Europa, William Sanchez ficou sem trabalho, assim como muitos de seus colegas e, com isto, mudou para o ramo da reparação de bicicletas.
    Frequentou a escola e fez seus estudos secundários em Centro Habana, incluindo a assistência às escolas de campo onde, como mencionado em seu artigo "O Hobbit Hole", a falta de individualidade e privacidade se tornou insuportável.[4] Foram anos difíceis para a economia cubana, coincidindo com o colapso da União Soviética e da perda dos subsídios a Cuba, que tinha assumido cerca de oitenta por cento do comércio internacional em Cuba, durante quase três décadas.
    Em 1995 iniciou o curso de Filologia Hispânica, na Faculdade de Letras e Artes, da Universidade de Havana. Durante a passagem pela universidade ela percebeu duas coisas:"que detestava o mundo da intelectualidade e da alta cultura, não queria mais ser filóloga." Em 2000 ela se formou na Universidade de Havana, com o título de Filologia, e uma tese controversa: Um estudo da literatura da ditadura na América Latina. Em setembro de 2000 ela conseguiu um emprego na Editora Gente Nueva, dedicada à literatura infantil. Depois de um curto período de tempo na editora, pediu demissão e passou a ensinar espanhol a turistas alemães, com um rendimento superior ao anterior. Muitos profissionais graduados cubanos, por causa da crise e falta de oportunidades, adotaram caminhos semelhantes. Em 2002, Yoani decidiu deixar Cuba por razões econômicas e emigrou para a Suíça, onde descobriu o computador como uma profissão e meio de subsistência.
    Entretanto, em 2004 Yoani retornou a Cuba. Na entrada do blog "Eu vim e fiquei", ela relatou que voltou para a ilha por razões familiares, mas havia perdido o seu direito de regressar a Cuba por ter ficado fora por mais de onze meses sem uma licença especial. Para evitar a expulsão de seu próprio país ela destruiu seu passaporte, que lhe permitiu voltar a estabelecer-se em Havana.


    Comparação:
    Como no "Mito da Caverna" Yoani Sánchez ficou presas por alguns anos após alcançar fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.
    E o personagem da caverna, que acaso se liberte, como Sócrates correria o risco de ser morto por expressar seu pensamento e querer mostrar o mundo totalmente. Transpondo para nossa realidade, é como se você acreditasse, desde que nasceu, que o mundo é de determinado modo, é então vem alguém e diz que quase tudo aquilo é falso, é parcial, e tenta te mostrar novos conceitos totalmente diferentes. Quando Yoani foi presa teve seu passaporte confiscado pelo governo cubano, após ser libertada ela teve oportunidade de ficar alguns dias fora de seu país.

    Responder

    ResponderExcluir
  17. Trabalho de Filosofia
    E.E.E.F.M professora Petronilha Vidigal
    Alunos:Amanda Borges Paganoti e Gustavo Rolly
    Turma:1 ano Turma:02 Turno:Matutino
    professor:Wagner Barbosa

    Biografia de Yoani Sánchez
    Yoani Sánchez (Havana, 4 de setembro de 1975) é uma filóloga e jornalista cubana. Licenciada em Filologia em 2000 na Universidade de Havana, alcançou fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.

    É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega". A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão".

    Ao chegar ao Brasil, um tumulto foi criado por manifestantes ativistas contrários á presença de Yoani Sánchez. A blogueira cubana veio ao Brasil para defender e manifestar suas ideias sobre os direitos humanos de seu país. “FUNCIONÁRIA DA CIA”, foi um dos slogans que os ativistas gritavam.


    COMPARAÇÃO COM O MITO DA CAVERNA
    Como no mito da caverna,se um deles se libertassem e buscassem um mundo novo,mostrasse seus pensamentos de um mundo melhor os poderiam colocar em perigo.Da mesma forma,a blogueira,que traz a realidade,escondida Yoani quer mostrar um modo melhor de viver.Mas ela está tendo dificuldades pois as pessoas não aceitam novas ideias,e se manifestam.
    Fizeram um Dossiê em Cuba que diz que ela recebe dinheiro para publicar os materiais em seu blog,pois foi "flagrada" comprando banana e tomando cerveja com os amigos,como lá esses produtos são muito caros as pessoas estranharam.
    Ela só mostra o que ninguém vê, está abrindo os nossos olhos para a realidade dos acontecimentos que o governo quer esconder.
    E usa seu blog para isso.

    Fonte de Estudo:Wikipedia,Revista Veja e texto Mito da Caverna de Platão

    ResponderExcluir
  18. Escola: E.E.E.F.M Petronilia Vidigal
    Série: 1° M02
    Componentes: Emerson Sousa Lima e Carlos Henrrique Ferreira
    Biografia :Yoani Sánchez
    Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havana, uma das duas filhas de William e Mary Eumelia Sánchez Cordero. Seu pai trabalhava na rede ferrroviária do Estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como um engenheiro. Quando o sistema de transporte ferroviário de Cuba entrou em colapso após o fim do comunismo na Europa, William Sanchez ficou sem trabalho, assim como muitos de seus colegas e, com isto, mudou para o ramo da reparação de bicicletas.
    Em 1995 iniciou o curso de Filologia Hispânica, na Faculdade de Letras e Artes, da Universidade de Havana. Durante a passagem pela universidade ela percebeu duas coisas:"que detestava o mundo da intelectualidade e da alta cultura, não queria mais ser filóloga." Em 2000 ela se formou na Universidade de Havana, com o título de Filologia, e uma tese controversa: Um estudo da literatura da ditadura na América Latina. . Em 2002, Yoani decidiu deixar Cuba por razões econômicas e emigrou para a Suíça, onde descobriu o computador como uma profissão e meio de subsistência.
    Texto: Comparação
    A vida de Yoani Cordero e o mito da caverna se compara bastante, pois, no mundo que estamos vivendo é tudo muito fechado, tipo uma caverna. Precisamos viver e conhecer cada um o seu mundo. Por que viver em uma caverna que existe uma fresta por onde passa um feixe de luz exterior, se posso conhecer o mundo todo, sem ter que viver prisioneiro. Yoani Sanchez é um exemplo disso, ela escolheu viver do seu jeito, arriscadamente, em um mundo onde, as criticas são levadas em primeito lugar, e fala tudo o que pensa sem medo de errar o que muitos não tem coragem de fala, todo mundo pode fala o que pensa basta ter vontade própria. Assim como Platão influenciado por Sócrates Yoani também busca as verdadeiras essências, por que ficar calado se posso expor meus pensamentos. Portando a comparação de Yoani e o mito da caverna é, tenta mostra que o mundo é totalmente diferente, do que muitos ver. Será que seremos capaz de escala o muro como a Yoani fez, para alcançar nossos objetivos. Basta ser, basta quer, quem quer sempre alcança seus objetivos

    ResponderExcluir
  19. ESCOLA: E.E.E.F.M João Bley
    ALUNOS: Átila Crevelare, Caio Faitanin
    SERIE: 1º M02
    CASTELO-ES

    Comparando Yoani com o mito da caverna podemos observa que a muito a ser comparado pois a caverna é o mundo em que vivemos, Yoani pode ser comparada ao prisioneiro que si libertou da caverna e como se ela vesse a luz exterior do sol , a luz da verdade vesse o mundo exterior o mundo das ideias da realidade. Foi quando ela saiu das crenças costumeiras e passou a Atitude filosófica ela descobre que as sombras eram feitas de homens como ela. E por meio ‘’dialética’’ por não desistir ela decide libertar os outros prisioneiros, decide nós tirar da crença costumeira e a começar raciocinar a fazer nossos próprios conceitos entrar na atitude filosófica. De acordo com o mito da caverna a visão do mundo real iluminado nada mais é do que a filosofia. Pois os prisioneiros zombam, espancam e matam o filósofo, porque imaginam que o mundo sensível é o mundo real e o único verdadeiro.

    ResponderExcluir
  20. Escola Estadual de Ensino Fundamental Médio Professora Petronilha Vidigal
    Componentes: Naiara Xavier e Thalia Quirino
    Serie: 1 ano M02
    Turno: matutino

    BIOGRAFIA:
    Yoani Sánchez, (4 de setembro de 1975), é uma filóloga e jornalista cubana. É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega". A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão". Em 2007, trabalhando como webmaster, escritora e editora do portal Desde Cuba e com a ajuda de colaboradores da revista cubana Consenso, Yoani iniciou um blog intitulado Geração Y, que rapidamente ganhou a atenção de milhares de pessoas ao redor do mundo,pois chamava a atenção de todos pelo fato de precisa sair de sua casa para fazer seu blog, sobre aonde morava pelo difícil acesso a internet.
    O mito da caverna, também conhecido como alegoria da caverna, prisioneiros da caverna ou parábola da caverna, foi escrito pelo filósofo grego Platão. Platão não buscava as verdadeiras essências na simplesmente Phýsis, como buscavam Demócrito e seus seguidores. Sob a influência de Sócrates, ele buscava a essência das coisas para além do mundo sensível. E o personagem da caverna, que acaso se liberte, como Sócrates correria o risco de ser morto por expressar seu pensamento e querer mostrar um mundo totalmente diferente. Transpondo para a nossa realidade, é como se você acreditasse, desde que nasceu, que o mundo é de determinado modo, e então vem alguém e diz que quase tudo aquilo é falso, é parcial, e tenta te mostrar novos conceitos, totalmente diferentes. Foi justamente por razões como essa que Sócrates foi morto pelos cidadãos de Atenas, inspirando Platão à escrita da Alegoria da Caverna pela qual Platão nos convida a imaginar que as coisas se passassem, na existência humana, comparavelmente à situação da caverna: ilusoriamente, com os homens acorrentados a falsas crenças, preconceitos, idéias enganosas e, por isso tudo, inertes em suas poucas possibilidades.

    A comparação, entre O Mito da Caverna e Yoani Sánchez tentava mostrar a todos o que sabia e o que realmente acontecia na sociedade no dia-a-dia mais, muitos tentam impedi-la, mas ela segue em frente para explorar o novo mundo. Já o homem, no segundo texto, tenta mostrar um mundo “diferente”. Ou seja, ele não consegue ver, o que se passa ao seu redor. Com isso, podemos dizer que ainda tem pessoas assim, que não conseguem ver o que realmente acontece no dia a dia, e passam a acreditar, naquilo que não existe na realidade.

    ResponderExcluir
  21. EEEFM.Prof;"Petronilha Vidigal
    Turma: 1º M02
    Distrito; Itaoca pedra
    Componentes: Emerson Sousa Lima e Carlos Henrrique Ferreira
    BIOGRAFIA; Yoani Sánchez
    Yoani Sanchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havana, uma das duas filhas de William e Mary Eumelia Sánchez Cordero. Seu pai trabalhava na rede ferrroviária do Estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como um engenheiro. Quando o sistema de transporte ferroviário de Cuba entrou em colapso após o fim do comunismo na Europa, William Sanchez ficou sem trabalho, assim como muitos de seus colegas e, com isto, mudou para o ramo da reparação de bicicletas. Frequentou a escola e fez seus estudos secundários em Centro Habana, incluindo a assistência às escolas de campo onde, como mencionado em seu artigo "O Hobbit Hole", a falta de individualidade e privacidade se tornou insuportável. Yoani conheceu o marido, o jornalista Reinaldo Escobar, em 1993 e em 1995 tiveram um filho chamado Matt
    Em 1995 iniciou o curso Filologia Hispânica, na Faculdade de Letras e Artes, da Universidade de Havana. Durante a passagem pela universidade ela percebeu duas coisas: "que detestava o mundo da intelectualidade e da alta cultura, não queria mais ser filóloga." Em 2000 ela se formou na Universidade de Havana, com o título de Filologia, e uma tese controversa: Um estudo da literatura da ditadura na América Latina. Em setembro de 2000 ela conseguiu um emprego na Editora Gente Nueva, dedicada à literatura infantil. Depois de um curto período de tempo na editora, pediu demissão e passou a ensinar espanhol a turistas alemães, com um rendimento superior ao anterior.Em 2002, Yoani decidiu deixar Cuba por razões econômicas e emigrou para a Suíça, onde descobriu o computador como uma profissão e meio de subsistência.
    Texto: Comparação
    A vida de Yoani Cordero e o mito da caverna se compara bastante, pois, no mundo que estamos vivendo é tudo muito fechado, tipo uma caverna. Precisamos viver e conhecer cada um o seu mundo. Por que viver em uma caverna que existe uma fresta por onde passa um feixe de luz exterior, se posso conhecer o mundo todo, sem ter que viver prisioneiro. Yoani Sanchez é um exemplo disso, ela escolheu viver do seu jeito, arriscadamente, em um mundo onde, as criticas são levadas em primeito lugar, e fala tudo o que pensa sem medo de errar o que muitos não tem coragem de fala, todo mundo pode fala o que pensa basta ter vontade própria. Assim como Platão influenciado por Sócrates Yoani também busca as verdadeiras essências, por que ficar calado se posso expor meus pensamentos. Portando a comparação de Yoani e o mito da caverna é, tenta mostra que o mundo é totalmente diferente, do que muitos ver. Será que seremos capaz de escala o muro como a Yoani fez, para alcançar nossos objetivos. Basta ser, basta quer, quem quer sempre alcança seus objetivos.

    ResponderExcluir
  22. Escola Estadual de Ensino Fundamental Médio Professora Petronilha Vidigal
    Componente: Angelo Luiz Perim Antunes
    Serie: 1 ano 2
    Turno: matutino

    Biografia
    Yoani Yoani Sánches e Havana nasceu em de setembro de 1975 (37 anos) é uma filósofa e jornalista cubana. Casada com Reynaldo Escobar e Licenciada em Filologia desde 2000 na Universidade de Havana, alcançou fama internacional e numerosos prêmios por seus artigos e suas críticas da situação social em Cuba sob o governo de Fidel Castro e de seu sucessor, Raúl Castro.


    É conhecida por seu blog Generación Y, editado desde abril de 2007, com dificuldades, porque não pode acessá-lo de casa, e, por isso, definiu-se como uma blogueira "cega". A revista Time a incluiu em sua lista de "cem pessoas mais influentes de 2008", dizendo que "debaixo do nariz de um regime que nunca tolerou dissensão, Sánchez exerce um direito não garantido aos jornalistas que trabalham com papel: liberdade de expressão.


    Ao chegar ao Brasil, um tumulto foi criado por manifestantes ativistas contrários á presença de Yoani Sánchez. A blogueira cubana veio ao Brasil para defender e manifestar sua idéia sobre os direitos humanos de seu país. “FUNCIONÁRIA DA CIA” foi um dos slogans que os ativistas gritavam.

    Comparação
    Observando as entrelinhas e comparando Yoani com o mito da caverna podemos observa que a muito a ser comparado, pois A caverna nada mais e do que o mundo em que vivemos, Yoani pode ser comparada ao prisioneiro que si libertou da caverna e como se ela vice a luz exterior do sol, a luz da verdade vice o mundo exterior o mundo da idéia da realidade. Assim como no Mito da Caverna caso alguém se libertasse para buscar um novo mundo, mostrar seus pensamentos para um mundo melhor, corre o risco de ser morto, preso, etc. E o mesmo acontece com a blogueira que vem trazer a realidade que era muito bem escondida. Yoani tenta mostrar novos conceitos, novos pensamento, mas não está sendo fácil, muitas pessoas não aceitam suas idéia, e decidem também se manifestar.

    ResponderExcluir